100%

Ata da 12ª Sessão Ordinária de 2017

Ata nº 014 – de 29 de maio de 2017.

Fortaleza dos Valos, aos vinte e nove dias, do mês de maio do ano de dois mil e dezessete, às dezoito horas e trinta minutos, na Sala de Reuniões do legislativo. Por haver coro regimental e Invocando a proteção de Deus, o Presidente – Paulo Alexandre Lopes dos Santos declarou abertos os trabalhos da presente reunião e registrou a presença dos seguintes vereadores: Ana Rita Facco Stefanello, André Luiz Trombetta, Cleber Facco, Eraldo Andrade Lopes, Evandro Henriques de Campos, Fábio Martins, Giovane Correa Nogueira e Osvaldo Marangon. O Presidente cumprimentou os colegas Vereadores, os servidores desta casa, os Secretários, todos que vieram nos assistir e todos que estão nos assistindo através da empresa MW Marketing. Todos possuem cópia da Ata da última reunião ordinária, portanto dispensa-se a leitura. A Ata foi aprovada por unanimidade dos Vereadores presentes. Na sequência, o Secretário Vereador Fábio Martins fez a apresentação do expediente, conforme segue: correspondências recebidas: - ASCAMAJA: convida todos os Vereadores, assessores, secretários, diretores e funcionários das Câmaras Municipais para assembleia ordinária  no dia 09 de Junho de 2017 às 19 horas na Câmara de Vereadores de Ibirubá;- Ofício  Gabinete nº 199/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha resposta do Pedido de Informação nº 006/2017;-  Ofício  Gabinete nº 201/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha resposta ao Pedido de Informação nº 007/2017;- Oficio Gabinete nº 203/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde comunica sanção e publicação de lei;- Oficio Gabinete nº 205/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha para apreciação Legislativa os Projetos de Leis nº 38, nº 39 e nº 40 de 2017;- Ofício nº 05/2017- do Presidente da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana onde convida o Presidente e demais vereadores para participar do XVII Jantar Alemão; - Ofício nº 01/2017- do Presidente da Entidade Templo Espiritualista Luz do Oriente ao Presidente da Câmara onde vem desejar um bom trabalho junto ao Legislativo Municipal e solicitar recursos para o Templo; - FOLDERS E CONVITES DE CURSOS DIVERSOS; Correspondências Expedidas: - Ofício nº 108/2017 – do Presidente da Câmara para a Prefeita Márcia Rossatto Fredi onde  encaminha Indicação, Pedido de Informação e Projetos de Leis aprovados na Sessão do dia 22 de Maio; - Ofício nº 109/2017 – do Presidente da Câmara para a Rádio EPU informando o envio do áudio da Sessão Ordinária do dia 22 de Maio de 2017; GRANDE EXPEDIENETE: Por fim, o Secretário Fábio Martins, comunicou que a ORDEM DO DIA segue:Projeto de Lei do Executivo nº 035/2017 –  Projeto de Lei do Executivo nº 037/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 038/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 039/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 040/2017 – Requerimento n° 036/2017Requerimento nº 037/2017Pedido de Informação nº014/2017Indicação nº 035/2017: Os Vereadores Fabio Junior Martins (PT), Osvaldo Marangon (PDT), Ana Rita Facco Stefanello (PMDB), Evandro Henriques de Campos (PSB) e o vereador e Presidente Paulo Alexandre Lopes dos Santos (PMDB) cumpridas as formalidades regimentais, indica à Câmara, Que oficie a Excelentíssima Senhora Prefeita Municipal solicitando a recuperação das Ruas Emancipação e Avenida Leopoldo Meinen. JUSTIFICATIVA: Esta indicação se faz necessária, pois trata da manutenção e conserto do asfalto nas Ruas Emancipação e Avenida Leopoldo Meinen onde se depara com vários buracos. Diante do exposto, solicitamos esta proposição seja encaminhada com urgência ao Poder Executivo para que as devidas providências sejam tomadas, como medida de prevenção de acidentes e também para a conservação. Certos da importância da mesma desde já agradecemos. Sala das Sessões, em 24 de maio de 2017. Fabio Junior Martins (PT), Osvaldo Marangon (PDT), Ana Rita Facco Stefanello (PMDB), Evandro Henriques de Campos (PSB) e Paulo Alexandre Lopes dos Santos (PMDB.

Ata nº 014 – de 29 de maio de 2017.

Fortaleza dos Valos, aos vinte e nove dias, do mês de maio do ano de dois mil e dezessete, às dezoito horas e trinta minutos, na Sala de Reuniões do legislativo. Por haver coro regimental e Invocando a proteção de Deus, o Presidente – Paulo Alexandre Lopes dos Santos declarou abertos os trabalhos da presente reunião e registrou a presença dos seguintes vereadores: Ana Rita Facco Stefanello, André Luiz Trombetta, Cleber Facco, Eraldo Andrade Lopes, Evandro Henriques de Campos, Fábio Martins, Giovane Correa Nogueira e Osvaldo Marangon. O Presidente cumprimentou os colegas Vereadores, os servidores desta casa, os Secretários, todos que vieram nos assistir e todos que estão nos assistindo através da empresa MW Marketing. Todos possuem cópia da Ata da última reunião ordinária, portanto dispensa-se a leitura. A Ata foi aprovada por unanimidade dos Vereadores presentes. Na sequência, o Secretário Vereador Fábio Martins fez a apresentação do expediente, conforme segue: correspondências recebidas: - ASCAMAJA: convida todos os Vereadores, assessores, secretários, diretores e funcionários das Câmaras Municipais para assembleia ordinária  no dia 09 de Junho de 2017 às 19 horas na Câmara de Vereadores de Ibirubá;- Ofício  Gabinete nº 199/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha resposta do Pedido de Informação nº 006/2017;-  Ofício  Gabinete nº 201/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha resposta ao Pedido de Informação nº 007/2017;- Oficio Gabinete nº 203/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde comunica sanção e publicação de lei;- Oficio Gabinete nº 205/2017: da Prefeita Municipal ao Presidente da Câmara onde encaminha para apreciação Legislativa os Projetos de Leis nº 38, nº 39 e nº 40 de 2017;- Ofício nº 05/2017- do Presidente da Comunidade Evangélica de Confissão Luterana onde convida o Presidente e demais vereadores para participar do XVII Jantar Alemão; - Ofício nº 01/2017- do Presidente da Entidade Templo Espiritualista Luz do Oriente ao Presidente da Câmara onde vem desejar um bom trabalho junto ao Legislativo Municipal e solicitar recursos para o Templo; - FOLDERS E CONVITES DE CURSOS DIVERSOS; Correspondências Expedidas: - Ofício nº 108/2017 – do Presidente da Câmara para a Prefeita Márcia Rossatto Fredi onde  encaminha Indicação, Pedido de Informação e Projetos de Leis aprovados na Sessão do dia 22 de Maio; - Ofício nº 109/2017 – do Presidente da Câmara para a Rádio EPU informando o envio do áudio da Sessão Ordinária do dia 22 de Maio de 2017; GRANDE EXPEDIENETE: Por fim, o Secretário Fábio Martins, comunicou que a ORDEM DO DIA segue:Projeto de Lei do Executivo nº 035/2017 –  Projeto de Lei do Executivo nº 037/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 038/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 039/2017 – Projeto de Lei do Executivo nº 040/2017 – Requerimento n° 036/2017Requerimento nº 037/2017Pedido de Informação nº014/2017Indicação nº 035/2017: Os Vereadores Fabio Junior Martins (PT), Osvaldo Marangon (PDT), Ana Rita Facco Stefanello (PMDB), Evandro Henriques de Campos (PSB) e o vereador e Presidente Paulo Alexandre Lopes dos Santos (PMDB) cumpridas as formalidades regimentais, indica à Câmara, Que oficie a Excelentíssima Senhora Prefeita Municipal solicitando a recuperação das Ruas Emancipação e Avenida Leopoldo Meinen. JUSTIFICATIVA: Esta indicação se faz necessária, pois trata da manutenção e conserto do asfalto nas Ruas Emancipação e Avenida Leopoldo Meinen onde se depara com vários buracos. Diante do exposto, solicitamos esta proposição seja encaminhada com urgência ao Poder Executivo para que as devidas providências sejam tomadas, como medida de prevenção de acidentes e também para a conservação. Certos da importância da mesma desde já agradecemos. Sala das Sessões, em 24 de maio de 2017. Fabio Junior Martins (PT), Osvaldo Marangon (PDT), Ana Rita Facco Stefanello (PMDB), Evandro Henriques de Campos (PSB) e Paulo Alexandre Lopes dos Santos (PMDB.Houve inscrito no espaço da Tribuna do Legislativo a Sra Maria Helena Schafer de Souza, conforme segue: “Boa noite, gostaria de cumprimentar o Presidente da Câmara de Vereadores Paulo Alexandre Lopes dos Santos e na pessoa dele todos os demais vereadores aqui presentes, a nossa secretária da educação Marinei Librelotto e demais secretários e todas as demais pessoas que estão participando dessa sessão, eu como diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental 18 de Abril pedi para fazer uso da palavra na tribuna da Câmara de vereadores para esclarecer fatos que envolvem alguns alunos de nossa escola trata-se de uma família que chegou ao nosso Município em setembro de 2016, mais precisamente fizeram matricula em nossa escola em 28 de setembro de 2016. A mãe esteve na escola relatando a situação dos três filhos que seriam matriculados, dizendo que os mesmos tinham problemas de saúde, a menina precisava de acompanhamento do AEE e psicóloga e isso no mesmo ano foi encaminhado para avaliação, um dos meninos tinha um problema cardíaco e de bronquite, o qual inspirava cuidados e o terceiro filho também precisava de um banheiro especial para uso do mesmo. Essa situação também foi resolvida precisava desse banheiro então a escola a direção da escola ela mesmo organizou e colocou chave, lenço descartável, lenço, fraldas descartável pra que esse menino somente ele usasse esse banheiro que continua usando até hoje. Essa situação do banheiro então prevalece com chave né e cuidados especiais, até então tudo ocorreu normalmente, são meninos inteligentes e a situação estava resolvida, pois não existia nada de deficiência intelectual, quanto a menina as dificuldades de aprendizagem estavam sendo olhada pelos profissionais do AEE e atualmente também pela psicóloga. Essa família então foi morar na localidade do Sutil que até então moravam na cidade e passaram a usar o transporte escolar, então passamos o atendimento para o horário das aulas e a menina para ser atendida no CRAS nas terças-feira na qual ela tem reforço escolar no mesmo dia, de manha na sala de aula de tarde reforço escolar, então a menina permanece na escola o dia todo inclusive com almoço e devidos cuidados. Quanto a mudança de atendimento da psicóloga da menina foi devido ao pedido da mãe que nos encontrou no Posto de Saúde e nos comunicou que o filho faria uma cirurgia e precisava se preparar para a mesma, assim que a mãe fez o pedido nos organizamos para o atendimento da forma a respeitar a lei que prevê o não atendimento de duas pessoas pela mesma psicóloga então encaminhamos para o CRAS. Nossa escola prezou pelos atendimentos especializados e jamais deixamos de investigar quando os pais pedem atendimento para os especialistas isso sempre foi feito pela avaliação através de profissionais da área. Quanto a questão do transporte hoje que esta sendo solicitado ocorreu o seguinte essa mãe foi até marcado no CRAS para ser atendida na terça-feira porque na primeira entrevista é com os pais e foi mandado da escola então um bilhete pedindo que ela comparecesse, mas não para que ela usasse o transporte nesse dia né a gente não mandou autorizando o transporte e sim para a mãe vim até o CRAS. A mãe acreditou que esse bilhete seria então para o uso do transporte, porém chegou essa situação até a Secretaria de Educação e a mesma nos autorizou que sempre que precisássemos que ela usasse o transporte para vim até a escola conversar conosco ou com a psicóloga ou com os profissionais do EAE que nós mandasse um bilhete pelo motorista autorizando mesmo indo contra a Resolução que diz que “o transporte deve ser usado exclusivamente para o transporte de estudante das redes públicas resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educação – FNDE – publicado em novembro de 2013 que limita o uso dos veículos somente para estudantes das redes públicas”, esses sim podem ocupar o transporte né em horários digamos estudam de manhã e ocupar a tarde e então essa lei esta sendo já sendo executada aqui no município desde o final de 2015, que nenhum pai ninguém usaria o transporte escolar devido a Lei. E eu gostaria de dizer para vocês que hoje não vim aqui para esclarecer questão ou defender lado politico que não é uma questão politica porque eu sempre privei muito pela minha escola e sempre quero dizer assim que tudo que esta ao alcance de nós de a gente fazer de a gente ter os atendimentos, como a grande maioria dos vereadores aqui conhecem como é o funcionamento da escola a gente sempre esta ajudando a gente sempre esta fazendo pelo melhor possível para esses atendimentos ta, e quero dizer para vocês assim ó que vim para defender o nome da minha escola porque hoje gente nós temos a nossa escola que tem trabalho sério e comprometido e não um trabalho politico. Muito obrigada pela atenção de vocês seria isso para o momento.  No espaço Pronunciamento dos Vereadores fez o uso da palavra, o Vereador Paulo Alexandre Lopes dos Santos, conforme segue: “Gostaria de cumprimentar o presidente desta casa em exercício e os demais colegas vereadores e todas as pessoas que se fazem presente na sessão desta noite. Gostaria de trazer alguns esclarecimentos sobre a secretária de Educação Cultura e Desporto aonde na última sexta-feira a secretaria de Educação Marinei se pronuncio na rádio CBS e hoje pela parte da manhã onde estive também no programa esporte CBS juntamente com a mãe que foi citada, gostaria de esclarecer e dizer que toda essa polêmica que envolve a Secretária de Educação e a Sra. Alessandra que sim sou saber da Lei do transporte escolar mas digo que com bom senso tudo se resolve o que eu como vereador não admito é que seja usado de politicagem barata e de má fé com os cidadões de Fortaleza dos Valos e principalmente com uma dona de casa, com uma mãe de família, com uma mãe de quatro filhos sendo um especial clinicamente. Usar de artimanhas descabíveis e se sentir superior as pessoas porque independentemente o cargo que estamos aqui é passageiramente e sim para servir pessoas e não para se servir pessoalmente dos cargos e poderes investidos acredito que se a pessoa encarregada tivesse o bom senso e em vez de ficar falando mal dos vereadores e sim poderia ter resolvido esse caso sem estres nenhum para ambos os poderes, mas como gosta de ficar cutucando acredito eu ser a principal ocupação hoje dessa senhora em vez de cuidar da sua secretaria porque la vem ocorrendo várias falhas uma atrás da outra e posso citar duas para comunidade de Fortaleza dos Valos “como não fazer o transporte escolar da comunidade da Sede Vitória e nem ao menos avisar os pais e alunos que teriam o transporte porque a secretaria solicitou o motorista do ônibus escolar que levasse a Porto Alegre, acredito eu em evento oficial do Município, outra situação essa outra mais grave de todas munícipes de Fortaleza dos Valos e quero que vocês como pais se coloquem no lugar desses pais que tiveram os filhos de 10 e de cinco anos largados a três quilômetros de distância de suas casas na última semana com chuva e com barro e com todas as outras intemperes do tempo, aproximadamente as 18 horas que já é um horário que já vai ficando a noite, que a noite vem caindo, longe, três quilômetros de sua residência, se coloquem na situação de um pai que teve que abandonar onde trabalha, onde tirava leite para o sustento dessa família para ir buscar ou para saber onde seus filhos estavam porque ele não sabia. Eles foram largados a três quilômetros de distância da residência ou da onde eles moram no interior do Sutil. Então digo será que quem hoje conduz a educação do município de Fortaleza dos Valos não tem que estar preocupado com esses fatos que veem ocorrendo ou pelo menos se houvesse de parte da secretaria, acredito eu, não vou culpar o motorista mas se houvesse pelo menos então que há uma estrada que la é desconfortável ou perigosa para o motorista, que seja levado os filhos com o carro da administração municipal da secretária de educação se o ônibus la não entra ou pelo menos que seja avisado esses pais que venham buscar as crianças aqui na cidade, mas não largar no meio do caminho porque se fosse filho meu eu não taria aqui hoje respondendo, não taria aqui hoje conversando, poderia ta vendo o sol nascer quadrado, mas que eu ía dar um jeito nessa situação eu iria, com certeza, se não há pessoas que possam resolver esses problemas do município de Fortaleza dos Valos porque eu nunca ouvi falar, é descabível esse assunto no ano de 2017 duas crianças, uma de 10 e outra de 5 anos serem abandonadas a três quilômetros longe de casa e não ser tomada nenhuma atitude. Porque isso não vão na rádio e não se desculpam com a população e com esses pais, isso não, realmente não, ninguém erra, eu como vereador tenho certeza que tenho mil e um defeitos mas eu assumo meus defeitos, mas tem pessoas que parecem que são superiores a Deus, ninguém erra, não comete erro, pô é perfeita, então acredito que isso a providencia divina vem e com certeza dentro dessa casa vamos ver ainda muitas outras coisas, e pergunto mais se acontecesse algo a essas crianças quem seria o responsável, quem teria responsabilidade? Porque há tanta criminalidade há tantas coisas acontecendo nos dias de hoje que não é porque Fortaleza dos Valos é um município pacato e tranquilo de viver que não possa acontecer algo, portanto comunidade fortalezense soubemos e não nos calaremos a esses demandos e há essas opreções que querem nos obrigar, querem nos calar, não vivemos na ditadura, muito menos no regime do coronealismo, por sermos pessoas desprovidas de recurso financeiros e quem sabe também culturais, mas não nos calaremos a este tipo de gente que sempre usou do status para obrigar os demais e a população com suas vaidades e demandas, porque posso ser um há mais nesse município mas represento a comunidade fortalezense pelo voto e não pela escolha financeira ou politica, ou seja, porque um vereador representa sua comunidade e após eleito representa não apenas seus eleitores mas toda comunidade de Fortaleza dos Valos, isso o que fazem hoje os nove vereadores que aqui estão e que representam a casa legislativa do município de Fortaleza dos Valos  independentemente de partido ou de sigla, todos nós vereadores queremos o melhor para nossos munícipes e é por isso que nós vamos brigar e é por eles que nós vamos representá-los, e novamente coloco a minha pessoa e o cargo a disposição dos fortalezenses para enfrentar esses mandos e desmandos e representa-los perante os sobrenomes e aqueles que acham que podem pisar e humilhar aos menos favorecidos, as pessoas mais humildes hoje tem vez e tem voz, nós do legislativo municipal através dessa casa, a casa do povo, lhes representam e nunca vamos fugir deste encargo, vereador Paulo Alexandre, e digo mais, onde tem várias coisas que vão ser resolvida na justiça, com certeza, nem to sabendo de sete de junho tenho advogado que cuida das minhas ações e não preciso ficar toda hora tocando nesse assunto, a liminar contra a mesa diretora já expliquei como esta a situação dela, e vamos seguir a lei porque eu não estou acima da lei, com certeza, não fui eu que montei a mesa diretora teve cinco vereadores onde ofende eu ta ofendendo outros cinco vereadores ou outros quatro vereadores, a mesa diretora foi montada por unanimidade dos vereadores, da oposição eu digo né, o único cassado que desfaz o nome dos políticos fortalezense até hoje no município de Fortaleza dos Valos foi um prefeito, não preciso nem sugerir um nome, todo mundo conhece sabe muito bem, sabe do tamanho das contas que esta na tesouraria da prefeitura municipal para pagar, sem recurso nenhum mais. Então digo se eu fui cassado pela última legislatura como gostam de dizer e até hoje estou sentado na cadeira do presidente, desconheço essa lei né, sou acima dos juízes, dos promotores acima de toda a lei como dizem algumas pessoas do município de Fortaleza dos Valos, gostaria de dizer que realmente assumo meu trabalho, compro as brigas pela população de Fortaleza dos Valos e jamais vou me omitir a defendê-los nessa casa, muito obrigado”. No MOMENTO DA PRESIDÊNCIA, gostaria de convidar a todos os senhores vereadores para o primeiro programa da Câmara de vereadores no dia 03 de junho às 12:30hs até as 13:30hs na Rádio CBS FM 93.1, o local ainda será definido e assim que definido serão oficializados a todos os vereadores, e o primeiro programa será no próximo sábado então e estão todos convidados. Também gostaria de agradecer o vereador Osvaldo Marangon que se fez presente na palestra do IGAM junto com os servidores na cidade de Não-me-toque. A sessão do dia 12 de junho será realizada na Capela Nossa Senhora de Fátima do Rincão dos Valos, a sessão interiorizada que era pra ser no dia de hoje mas por intemperes do tempo foi transferida para o dia 12 de junho ás 20 horas na Capela Nossa Senhora de Fátima do Rincão dos Valos. ORDEM DO DIA constou o seguinte:Projeto de Lei do Executivo nº 035/2017  o qual tramita em regime normal “Altera a estrutura da Lei Municipal n.º 1.054/2005, que dispõe sobre o Plano de Carreira, estabelece o Quadro de Cargos, Remunerações e Funções Públicas do Município de Fortaleza dos Valos”. PERMANCE Com a Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final e Comissão de Finanças, Orçamento, Tributação e Fiscalização. OBSERVANDO O ART. 37, INCISO VII DO REGIMENTO INTENOProjeto de Lei do Executivo nº 037/2017 que tramita em regime de urgência “Autoriza o município de Fortaleza dos Valos contratualizar serviços com o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), na forma que especifica: Regime de Urgência aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes, Projeto de Lei nº 037/2017 será baixado a comissão mista. Projeto de Lei do Executivo nº 038/2017 “Autoriza o Poder Executivo Municipal a prorrogar a contratação de onze Agentes Comunitários de saúde, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse publico, prevista nas Leis Municipais nº 1.581/2014 e nº1.632/2015, nº 1.708/2016”. - Ficara em pauta para estudo. Projeto de Lei do Executivo nº 039/2017 “autoriza o poder executivo municipal a prorrogar contratação para atender necessidade temporária de excepcional interesse público e da outras providencias.” - Ficara em pauta para estudo;Projeto de Lei do Executivo nº 040/2017 “Autoriza o Poder Executivo Municipal a prorrogar a contratação, por tempo determinado, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse publico na Secretaria Municipal de Saúde, prevista na Lei Municipal nº 1.643/2015”. Ficara em pauta para estudo. REQUERIMENTO N.º 036/2017 Fortaleza dos Valos - RS, 26 de maio de 2017. Ao Excelentíssimo Senhor Paulo Alexandre Lopes dos Santos Presidente da Câmara Municipal de Vereadores FORTALEZA DOS VALOS-RS A Relatora da Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final - Vereadora Ana Rita Facco Stefanello e o Vereador Fabio Junior Martins relator da Comissão de Finanças, Orçamento, Tributação e Fiscalização ouvido o Plenário, na forma regimental, requerem prorrogação do prazo, para exarar parecer fundamentado ao Projeto de Lei nº 035, de 02.05.2017, que “Altera a estrutura da Lei Municipal n.º 1.054/2005, que dispõe sobre o Plano de Carreira, estabelece o Quadro de Cargos, Remunerações e Funções Públicas do Município de Fortaleza dos Valos”. JUSTIFICATIVA Como é de conhecimento dos colegas vereadores, encontra-se nesta Casa para deliberação, o Projeto de Lei nº 035/2017, para o qual solicito prorrogação do prazo a fim de sanar dúvidas acerca da matéria, tendo em vista o art. 37 em seu inciso IV. Destarte, esta relatoria ponderou e decidiu por solicitar a prorrogação do prazo para apresentação do parecer à esta matéria que merece estudo minucioso, o que demanda tempo maior, tendo em vista dia 06 de junho não ter sessão, será votada a matéria no dia 12.06.2017. Diante do exposto, contamos com a compreensão dos colegas vereadores. Atenciosamente. Ana Rita Stefanello Facco, Relatora e Fabio Junior Martins, Relator. Requerimento nº 36 aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. REQUERIMENTO N.º 037/2017 Fortaleza dos Valos - RS, 29 de maio de 2017. Ao Excelentíssimo Senhor Paulo Alexandre Lopes dos Santos Presidente da Câmara Municipal de Vereadores FORTALEZA DOS VALOS-RS Solicitação de licença para tratar de interesse particular. O Vereador abaixo subscrito, solicita a Vossa Excelência, ouvido o Plenário, licença para tratar de interesse particular, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, de 1º de junho a 30 de julho de 2017, nos termos do Artigo 27, Inciso II da Lei Orgânica Municipal e do Artigo 134, Inciso II do Regimento Interno. Outrossim, solicita que seja levado ao conhecimento do demais membros dessa Casa Legislativa, para que sejam tomadas as providências cabíveis. Atenciosamente. Giovane Correa Nogueira Vereador do PP. Requerimento nº 37 aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. INFORMAÇÃO Nº 014/2017 O vereador Evandro Henriques de Campos (PSB) abaixo subscritos, requer à Mesa, ouvido o Plenário, na forma regimental, que se oficie a Excelentíssima Senhora Prefeita Municipal que informe: - Sobre o andamento do Loteamento do Bairro Bueno. JUSTIFICATIVA: O objetivo desta proposição é buscar informações acerca do referido andamento do Loteamento no Bairro Bueno, Diante disso, enquanto vereador, é nosso dever averiguar informações, cumprindo, assim, com a função de fiscalização aos atos do Poder Executivo Municipal. Sala das Sessões, aos 26 de maio de 2017. Evandro Henriques de Campos Vereador do PSB. Informação nº 014 aprovada por unanimidade dos Vereadores presentes. No espaçodestinado a Líderes de Bancada nenhum vereador inscrito.No espaço destinado a “Explicações Pessoais”, fez o uso da palavra o Vereador Cleber Stefanello Facco, conforme segue: “Eu gostaria de cumprimentar o presidente dessa casa e demais colegas vereadores, aos secretários Elaine o Evandro que se encontram presentes e demais pessoas que vem nos assistir, em relação a estrada de propriedade do  seu Pedro de Bortoli onde que ta dando um atoleiro isso foi na gestão passada e foi mudado devido a ele ta com instalação de um pivô e foi mudado o acesso da estrada da propriedade dele e ficou muito, uma subida muito forte, aonde que não tem desde um transporte do leite da propriedade dele ta dando e tem que puxar os caminhões e não tem como sair de la da propriedade dele, então ta dificultando o transporte escolar e também não se fala que até o carro da administração foi pra la e ficou atolado, então assim óh já ta sendo tomada as medidas cabíveis junto com o proprietário que tão refazendo a estrada, vão empedrar toda ela devido que é um produtor grande que nós temos na nossa propriedade na produção de leite e então assim oh vocês sabem que não tem como a gente pegar nesses dez dias praticamente de chuva e não tem o que se faça. Então assim óh não adianta a gente bota hoje a culpa disso e daquilo não tem como, pode ser qualquer administrator que pegar vai ter esse problema e como foi feito essa transitória, foi tirado a estrada antiga onde que era sob o meio da lavoura, pra ele fazer o giro do pivô, então dificulto e hoje ta dando esse problema pra ele, pra administração, mas já tem conversação com o proprietário Pedro de Bortoli junto com a administração, secretario de obras e ta sendo resolvido isso aí. E em relação a mesa diretora seu presidente não foi por unanimidade, a gente assim óh, até a gente fica sentido no momento assim que nós não fomos do PP, não fomos convidado, que a mesa diretora ela tem que ser pluripartidária né, e daí então, em relação assim óh se a gente tivesse na proporcionalidade hoje daria condições de nós botar dois vereadores, mas assim óh a gente não que por motivo nenhum, a gente só que as coisas andem dentro dessa casa nós temos que parar, eu acho que assim óh a nossa comunidade ta carente e que ver que as coisas aconteçam tanto da administração como nós vereadores, se nós ficar batendo boca ou isso e aquilo de tudo que vem se passando, problemas vão ter hoje, vão ter amanha, depois, vão ter sempre e a gente assim óh não por questão, isso aí ta no regimento interno dessa casa, vocês são sabedores, vocês podem dar uma olhada que isso, a lei é uma e se nós temos lei ela tem que cumprida, não por questão assim óh jamais a gente quer prejudicar ou isso ou aquilo, só quero que dentro dessa casa tenha um andamento em prol de nossa comunidade, que todos nós somos eleito pra trabalha pela comunidade, seria isso seu presidente”. Nada mais havendo a tratar, agradeço a presença de todos e declaro encerrada a presente reunião.

ORDEM DO DIA constou o seguinte:Projeto de Lei do Executivo nº 035/2017  o qual tramita em regime normal “Altera a estrutura da Lei Municipal n.º 1.054/2005, que dispõe sobre o Plano de Carreira, estabelece o Quadro de Cargos, Remunerações e Funções Públicas do Município de Fortaleza dos Valos”. PERMANCE Com a Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final e Comissão de Finanças, Orçamento, Tributação e Fiscalização. OBSERVANDO O ART. 37, INCISO VII DO REGIMENTO INTENOProjeto de Lei do Executivo nº 037/2017 que tramita em regime de urgência “Autoriza o município de Fortaleza dos Valos contratualizar serviços com o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), na forma que especifica: Regime de Urgência aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes, Projeto de Lei nº 037/2017 será baixado a comissão mista. Projeto de Lei do Executivo nº 038/2017 “Autoriza o Poder Executivo Municipal a prorrogar a contratação de onze Agentes Comunitários de saúde, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse publico, prevista nas Leis Municipais nº 1.581/2014 e nº1.632/2015, nº 1.708/2016”. - Ficara em pauta para estudo. Projeto de Lei do Executivo nº 039/2017 “autoriza o poder executivo municipal a prorrogar contratação para atender necessidade temporária de excepcional interesse público e da outras providencias.” - Ficara em pauta para estudo;Projeto de Lei do Executivo nº 040/2017 “Autoriza o Poder Executivo Municipal a prorrogar a contratação, por tempo determinado, para atender a necessidade temporária de excepcional interesse publico na Secretaria Municipal de Saúde, prevista na Lei Municipal nº 1.643/2015”. Ficara em pauta para estudo. REQUERIMENTO N.º 036/2017Fortaleza dos Valos - RS, 26 de maio de 2017. Ao Excelentíssimo Senhor Paulo Alexandre Lopes dos Santos Presidente da Câmara Municipal de Vereadores FORTALEZA DOS VALOS-RS A Relatora da Comissão de Constituição, Legislação, Justiça e Redação Final - Vereadora Ana Rita Facco Stefanello e o Vereador Fabio Junior Martins relator da Comissão de Finanças, Orçamento, Tributação e Fiscalização ouvido o Plenário, na forma regimental, requerem prorrogação do prazo, para exarar parecer fundamentado ao Projeto de Lei nº 035, de 02.05.2017, que “Altera a estrutura da Lei Municipal n.º 1.054/2005, que dispõe sobre o Plano de Carreira, estabelece o Quadro de Cargos, Remunerações e Funções Públicas do Município de Fortaleza dos Valos”. JUSTIFICATIVA Como é de conhecimento dos colegas vereadores, encontra-se nesta Casa para deliberação, o Projeto de Lei nº 035/2017, para o qual solicito prorrogação do prazo a fim de sanar dúvidas acerca da matéria, tendo em vista o art. 37 em seu inciso IV. Destarte, esta relatoria ponderou e decidiu por solicitar a prorrogação do prazo para apresentação do parecer à esta matéria que merece estudo minucioso, o que demanda tempo maior, tendo em vista dia 06 de junho não ter sessão, será votada a matéria no dia 12.06.2017. Diante do exposto, contamos com a compreensão dos colegas vereadores. Atenciosamente. Ana Rita Stefanello Facco, Relatora e Fabio Junior Martins, Relator. Requerimento nº 36 aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. REQUERIMENTO N.º 037/2017 Fortaleza dos Valos - RS, 29 de maio de 2017. Ao Excelentíssimo Senhor Paulo Alexandre Lopes dos Santos Presidente da Câmara Municipal de Vereadores FORTALEZA DOS VALOS-RS Solicitação de licença para tratar de interesse particular. O Vereador abaixo subscrito, solicita a Vossa Excelência, ouvido o Plenário, licença para tratar de interesse particular, pelo prazo de 60 (sessenta) dias, de 1º de junho a 30 de julho de 2017, nos termos do Artigo 27, Inciso II da Lei Orgânica Municipal e do Artigo 134, Inciso II do Regimento Interno. Outrossim, solicita que seja levado ao conhecimento do demais membros dessa Casa Legislativa, para que sejam tomadas as providências cabíveis. Atenciosamente. Giovane Correa Nogueira Vereador do PP. Requerimento nº 37 aprovado por unanimidade dos Vereadores presentes. INFORMAÇÃO Nº 014/2017 O vereador Evandro Henriques de Campos (PSB) abaixo subscritos, requer à Mesa, ouvido o Plenário, na forma regimental, que se oficie a Excelentíssima Senhora Prefeita Municipal que informe: - Sobre o andamento do Loteamento do Bairro Bueno. JUSTIFICATIVA: O objetivo desta proposição é buscar informações acerca do referido andamento do Loteamento no Bairro Bueno, Diante disso, enquanto vereador, é nosso dever averiguar informações, cumprindo, assim, com a função de fiscalização aos atos do Poder Executivo Municipal. Sala das Sessões, aos 26 de maio de 2017. Evandro Henriques de Campos Vereador do PSB. Informação nº 014 aprovada por unanimidade dos Vereadores presentes. No espaçodestinado a Líderes de Bancada nenhum vereador inscrito.No espaço destinado a “Explicações Pessoais”, fez o uso da palavra o Vereador Cleber Stefanello Facco, conforme segue: “Eu gostaria de cumprimentar o presidente dessa casa e demais colegas vereadores, aos secretários Elaine o Evandro que se encontram presentes e demais pessoas que vem nos assistir, em relação a estrada de propriedade do  seu Pedro de Bortoli onde que ta dando um atoleiro isso foi na gestão passada e foi mudado devido a ele ta com instalação de um pivô e foi mudado o acesso da estrada da propriedade dele e ficou muito, uma subida muito forte, aonde que não tem desde um transporte do leite da propriedade dele ta dando e tem que puxar os caminhões e não tem como sair de la da propriedade dele, então ta dificultando o transporte escolar e também não se fala que até o carro da administração foi pra la e ficou atolado, então assim óh já ta sendo tomada as medidas cabíveis junto com o proprietário que tão refazendo a estrada, vão empedrar toda ela devido que é um produtor grande que nós temos na nossa propriedade na produção de leite e então assim oh vocês sabem que não tem como a gente pegar nesses dez dias praticamente de chuva e não tem o que se faça. Então assim óh não adianta a gente bota hoje a culpa disso e daquilo não tem como, pode ser qualquer administrator que pegar vai ter esse problema e como foi feito essa transitória, foi tirado a estrada antiga onde que era sob o meio da lavoura, pra ele fazer o giro do pivô, então dificulto e hoje ta dando esse problema pra ele, pra administração, mas já tem conversação com o proprietário Pedro de Bortoli junto com a administração, secretario de obras e ta sendo resolvido isso aí. E em relação a mesa diretora seu presidente não foi por unanimidade, a gente assim óh, até a gente fica sentido no momento assim que nós não fomos do PP, não fomos convidado, que a mesa diretora ela tem que ser pluripartidária né, e daí então, em relação assim óh se a gente tivesse na proporcionalidade hoje daria condições de nós botar dois vereadores, mas assim óh a gente não que por motivo nenhum, a gente só que as coisas andem dentro dessa casa nós temos que parar, eu acho que assim óh a nossa comunidade ta carente e que ver que as coisas aconteçam tanto da administração como nós vereadores, se nós ficar batendo boca ou isso e aquilo de tudo que vem se passando, problemas vão ter hoje, vão ter amanha, depois, vão ter sempre e a gente assim óh não por questão, isso aí ta no regimento interno dessa casa, vocês são sabedores, vocês podem dar uma olhada que isso, a lei é uma e se nós temos lei ela tem que cumprida, não por questão assim óh jamais a gente quer prejudicar ou isso ou aquilo, só quero que dentro dessa casa tenha um andamento em prol de nossa comunidade, que todos nós somos eleito pra trabalha pela comunidade, seria isso seu presidente”. Nada mais havendo a tratar, agradeço a presença de todos e declaro encerrada a presente reunião.

 

Pronunciamento

Houve inscrito no espaço da Tribuna do Legislativo a Sra Maria Helena Schafer de Souza, conforme segue: “Boa noite, gostaria de cumprimentar o Presidente da Câmara de Vereadores Paulo Alexandre Lopes dos Santos e na pessoa dele todos os demais vereadores aqui presentes, a nossa secretária da educação Marinei Librelotto e demais secretários e todas as demais pessoas que estão participando dessa sessão, eu como diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental 18 de Abril pedi para fazer uso da palavra na tribuna da Câmara de vereadores para esclarecer fatos que envolvem alguns alunos de nossa escola trata-se de uma família que chegou ao nosso Município em setembro de 2016, mais precisamente fizeram matricula em nossa escola em 28 de setembro de 2016. A mãe esteve na escola relatando a situação dos três filhos que seriam matriculados, dizendo que os mesmos tinham problemas de saúde, a menina precisava de acompanhamento do AEE e psicóloga e isso no mesmo ano foi encaminhado para avaliação, um dos meninos tinha um problema cardíaco e de bronquite, o qual inspirava cuidados e o terceiro filho também precisava de um banheiro especial para uso do mesmo. Essa situação também foi resolvida precisava desse banheiro então a escola a direção da escola ela mesmo organizou e colocou chave, lenço descartável, lenço, fraldas descartável pra que esse menino somente ele usasse esse banheiro que continua usando até hoje. Essa situação do banheiro então prevalece com chave né e cuidados especiais, até então tudo ocorreu normalmente, são meninos inteligentes e a situação estava resolvida, pois não existia nada de deficiência intelectual, quanto a menina as dificuldades de aprendizagem estavam sendo olhada pelos profissionais do AEE e atualmente também pela psicóloga. Essa família então foi morar na localidade do Sutil que até então moravam na cidade e passaram a usar o transporte escolar, então passamos o atendimento para o horário das aulas e a menina para ser atendida no CRAS nas terças-feira na qual ela tem reforço escolar no mesmo dia, de manha na sala de aula de tarde reforço escolar, então a menina permanece na escola o dia todo inclusive com almoço e devidos cuidados. Quanto a mudança de atendimento da psicóloga da menina foi devido ao pedido da mãe que nos encontrou no Posto de Saúde e nos comunicou que o filho faria uma cirurgia e precisava se preparar para a mesma, assim que a mãe fez o pedido nos organizamos para o atendimento da forma a respeitar a lei que prevê o não atendimento de duas pessoas pela mesma psicóloga então encaminhamos para o CRAS. Nossa escola prezou pelos atendimentos especializados e jamais deixamos de investigar quando os pais pedem atendimento para os especialistas isso sempre foi feito pela avaliação através de profissionais da área. Quanto a questão do transporte hoje que esta sendo solicitado ocorreu o seguinte essa mãe foi até marcado no CRAS para ser atendida na terça-feira porque na primeira entrevista é com os pais e foi mandado da escola então um bilhete pedindo que ela comparecesse, mas não para que ela usasse o transporte nesse dia né a gente não mandou autorizando o transporte e sim para a mãe vim até o CRAS. A mãe acreditou que esse bilhete seria então para o uso do transporte, porém chegou essa situação até a Secretaria de Educação e a mesma nos autorizou que sempre que precisássemos que ela usasse o transporte para vim até a escola conversar conosco ou com a psicóloga ou com os profissionais do EAE que nós mandasse um bilhete pelo motorista autorizando mesmo indo contra a Resolução que diz que “o transporte deve ser usado exclusivamente para o transporte de estudante das redes públicas resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento Educação – FNDE – publicado em novembro de 2013 que limita o uso dos veículos somente para estudantes das redes públicas”, esses sim podem ocupar o transporte né em horários digamos estudam de manhã e ocupar a tarde e então essa lei esta sendo já sendo executada aqui no município desde o final de 2015, que nenhum pai ninguém usaria o transporte escolar devido a Lei. E eu gostaria de dizer para vocês que hoje não vim aqui para esclarecer questão ou defender lado politico que não é uma questão politica porque eu sempre privei muito pela minha escola e sempre quero dizer assim que tudo que esta ao alcance de nós de a gente fazer de a gente ter os atendimentos, como a grande maioria dos vereadores aqui conhecem como é o funcionamento da escola a gente sempre esta ajudando a gente sempre esta fazendo pelo melhor possível para esses atendimentos ta, e quero dizer para vocês assim ó que vim para defender o nome da minha escola porque hoje gente nós temos a nossa escola que tem trabalho sério e comprometido e não um trabalho politico. Muito obrigada pela atenção de vocês seria isso para o momento.  No espaço Pronunciamento dos Vereadores fez o uso da palavra, o Vereador Paulo Alexandre Lopes dos Santos, conforme segue: “Gostaria de cumprimentar o presidente desta casa em exercício e os demais colegas vereadores e todas as pessoas que se fazem presente na sessão desta noite. Gostaria de trazer alguns esclarecimentos sobre a secretária de Educação Cultura e Desporto aonde na última sexta-feira a secretaria de Educação Marinei se pronuncio na rádio CBS e hoje pela parte da manhã onde estive também no programa esporte CBS juntamente com a mãe que foi citada, gostaria de esclarecer e dizer que toda essa polêmica que envolve a Secretária de Educação e a Sra. Alessandra que sim sou saber da Lei do transporte escolar mas digo que com bom senso tudo se resolve o que eu como vereador não admito é que seja usado de politicagem barata e de má fé com os cidadões de Fortaleza dos Valos e principalmente com uma dona de casa, com uma mãe de família, com uma mãe de quatro filhos sendo um especial clinicamente. Usar de artimanhas descabíveis e se sentir superior as pessoas porque independentemente o cargo que estamos aqui é passageiramente e sim para servir pessoas e não para se servir pessoalmente dos cargos e poderes investidos acredito que se a pessoa encarregada tivesse o bom senso e em vez de ficar falando mal dos vereadores e sim poderia ter resolvido esse caso sem estres nenhum para ambos os poderes, mas como gosta de ficar cutucando acredito eu ser a principal ocupação hoje dessa senhora em vez de cuidar da sua secretaria porque la vem ocorrendo várias falhas uma atrás da outra e posso citar duas para comunidade de Fortaleza dos Valos “como não fazer o transporte escolar da comunidade da Sede Vitória e nem ao menos avisar os pais e alunos que teriam o transporte porque a secretaria solicitou o motorista do ônibus escolar que levasse a Porto Alegre, acredito eu em evento oficial do Município, outra situação essa outra mais grave de todas munícipes de Fortaleza dos Valos e quero que vocês como pais se coloquem no lugar desses pais que tiveram os filhos de 10 e de cinco anos largados a três quilômetros de distância de suas casas na última semana com chuva e com barro e com todas as outras intemperes do tempo, aproximadamente as 18 horas que já é um horário que já vai ficando a noite, que a noite vem caindo, longe, três quilômetros de sua residência, se coloquem na situação de um pai que teve que abandonar onde trabalha, onde tirava leite para o sustento dessa família para ir buscar ou para saber onde seus filhos estavam porque ele não sabia. Eles foram largados a três quilômetros de distância da residência ou da onde eles moram no interior do Sutil. Então digo será que quem hoje conduz a educação do município de Fortaleza dos Valos não tem que estar preocupado com esses fatos que veem ocorrendo ou pelo menos se houvesse de parte da secretaria, acredito eu, não vou culpar o motorista mas se houvesse pelo menos então que há uma estrada que la é desconfortável ou perigosa para o motorista, que seja levado os filhos com o carro da administração municipal da secretária de educação se o ônibus la não entra ou pelo menos que seja avisado esses pais que venham buscar as crianças aqui na cidade, mas não largar no meio do caminho porque se fosse filho meu eu não taria aqui hoje respondendo, não taria aqui hoje conversando, poderia ta vendo o sol nascer quadrado, mas que eu ía dar um jeito nessa situação eu iria, com certeza, se não há pessoas que possam resolver esses problemas do município de Fortaleza dos Valos porque eu nunca ouvi falar, é descabível esse assunto no ano de 2017 duas crianças, uma de 10 e outra de 5 anos serem abandonadas a três quilômetros longe de casa e não ser tomada nenhuma atitude. Porque isso não vão na rádio e não se desculpam com a população e com esses pais, isso não, realmente não, ninguém erra, eu como vereador tenho certeza que tenho mil e um defeitos mas eu assumo meus defeitos, mas tem pessoas que parecem que são superiores a Deus, ninguém erra, não comete erro, pô é perfeita, então acredito que isso a providencia divina vem e com certeza dentro dessa casa vamos ver ainda muitas outras coisas, e pergunto mais se acontecesse algo a essas crianças quem seria o responsável, quem teria responsabilidade? Porque há tanta criminalidade há tantas coisas acontecendo nos dias de hoje que não é porque Fortaleza dos Valos é um município pacato e tranquilo de viver que não possa acontecer algo, portanto comunidade fortalezense soubemos e não nos calaremos a esses demandos e há essas opreções que querem nos obrigar, querem nos calar, não vivemos na ditadura, muito menos no regime do coronealismo, por sermos pessoas desprovidas de recurso financeiros e quem sabe também culturais, mas não nos calaremos a este tipo de gente que sempre usou do status para obrigar os demais e a população com suas vaidades e demandas, porque posso ser um há mais nesse município mas represento a comunidade fortalezense pelo voto e não pela escolha financeira ou politica, ou seja, porque um vereador representa sua comunidade e após eleito representa não apenas seus eleitores mas toda comunidade de Fortaleza dos Valos, isso o que fazem hoje os nove vereadores que aqui estão e que representam a casa legislativa do município de Fortaleza dos Valos  independentemente de partido ou de sigla, todos nós vereadores queremos o melhor para nossos munícipes e é por isso que nós vamos brigar e é por eles que nós vamos representá-los, e novamente coloco a minha pessoa e o cargo a disposição dos fortalezenses para enfrentar esses mandos e desmandos e representa-los perante os sobrenomes e aqueles que acham que podem pisar e humilhar aos menos favorecidos, as pessoas mais humildes hoje tem vez e tem voz, nós do legislativo municipal através dessa casa, a casa do povo, lhes representam e nunca vamos fugir deste encargo, vereador Paulo Alexandre, e digo mais, onde tem várias coisas que vão ser resolvida na justiça, com certeza, nem to sabendo de sete de junho tenho advogado que cuida das minhas ações e não preciso ficar toda hora tocando nesse assunto, a liminar contra a mesa diretora já expliquei como esta a situação dela, e vamos seguir a lei porque eu não estou acima da lei, com certeza, não fui eu que montei a mesa diretora teve cinco vereadores onde ofende eu ta ofendendo outros cinco vereadores ou outros quatro vereadores, a mesa diretora foi montada por unanimidade dos vereadores, da oposição eu digo né, o único cassado que desfaz o nome dos políticos fortalezense até hoje no município de Fortaleza dos Valos foi um prefeito, não preciso nem sugerir um nome, todo mundo conhece sabe muito bem, sabe do tamanho das contas que esta na tesouraria da prefeitura municipal para pagar, sem recurso nenhum mais. Então digo se eu fui cassado pela última legislatura como gostam de dizer e até hoje estou sentado na cadeira do presidente, desconheço essa lei né, sou acima dos juízes, dos promotores acima de toda a lei como dizem algumas pessoas do município de Fortaleza dos Valos, gostaria de dizer que realmente assumo meu trabalho, compro as brigas pela população de Fortaleza dos Valos e jamais vou me omitir a defendê-los nessa casa, muito obrigado”. No MOMENTO DA PRESIDÊNCIA, gostaria de convidar a todos os senhores vereadores para o primeiro programa da Câmara de vereadores no dia 03 de junho às 12:30hs até as 13:30hs na Rádio CBS FM 93.1, o local ainda será definido e assim que definido serão oficializados a todos os vereadores, e o primeiro programa será no próximo sábado então e estão todos convidados. Também gostaria de agradecer o vereador Osvaldo Marangon que se fez presente na palestra do IGAM junto com os servidores na cidade de Não-me-toque. A sessão do dia 12 de junho será realizada na Capela Nossa Senhora de Fátima do Rincão dos Valos, a sessão interiorizada que era pra ser no dia de hoje mas por intemperes do tempo foi transferida para o dia 12 de junho ás 20 horas na Capela Nossa Senhora de Fátima do Rincão dos Valos.No espaço destinado a “Explicações Pessoais”, fez o uso da palavra o Vereador Cleber Stefanello Facco, conforme segue: “Eu gostaria de cumprimentar o presidente dessa casa e demais colegas vereadores, aos secretários Elaine o Evandro que se encontram presentes e demais pessoas que vem nos assistir, em relação a estrada de propriedade do  seu Pedro de Bortoli onde que ta dando um atoleiro isso foi na gestão passada e foi mudado devido a ele ta com instalação de um pivô e foi mudado o acesso da estrada da propriedade dele e ficou muito, uma subida muito forte, aonde que não tem desde um transporte do leite da propriedade dele ta dando e tem que puxar os caminhões e não tem como sair de la da propriedade dele, então ta dificultando o transporte escolar e também não se fala que até o carro da administração foi pra la e ficou atolado, então assim óh já ta sendo tomada as medidas cabíveis junto com o proprietário que tão refazendo a estrada, vão empedrar toda ela devido que é um produtor grande que nós temos na nossa propriedade na produção de leite e então assim oh vocês sabem que não tem como a gente pegar nesses dez dias praticamente de chuva e não tem o que se faça. Então assim óh não adianta a gente bota hoje a culpa disso e daquilo não tem como, pode ser qualquer administrator que pegar vai ter esse problema e como foi feito essa transitória, foi tirado a estrada antiga onde que era sob o meio da lavoura, pra ele fazer o giro do pivô, então dificulto e hoje ta dando esse problema pra ele, pra administração, mas já tem conversação com o proprietário Pedro de Bortoli junto com a administração, secretario de obras e ta sendo resolvido isso aí. E em relação a mesa diretora seu presidente não foi por unanimidade, a gente assim óh, até a gente fica sentido no momento assim que nós não fomos do PP, não fomos convidado, que a mesa diretora ela tem que ser pluripartidária né, e daí então, em relação assim óh se a gente tivesse na proporcionalidade hoje daria condições de nós botar dois vereadores, mas assim óh a gente não que por motivo nenhum, a gente só que as coisas andem dentro dessa casa nós temos que parar, eu acho que assim óh a nossa comunidade ta carente e que ver que as coisas aconteçam tanto da administração como nós vereadores, se nós ficar batendo boca ou isso e aquilo de tudo que vem se passando, problemas vão ter hoje, vão ter amanha, depois, vão ter sempre e a gente assim óh não por questão, isso aí ta no regimento interno dessa casa, vocês são sabedores, vocês podem dar uma olhada que isso, a lei é uma e se nós temos lei ela tem que cumprida, não por questão assim óh jamais a gente quer prejudicar ou isso ou aquilo, só quero que dentro dessa casa tenha um andamento em prol de nossa comunidade, que todos nós somos eleito pra trabalha pela comunidade, seria isso seu presidente”

ATAS / 2017

Ata da 36ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 35ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 34ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 33ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 32ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 31º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 26º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 29º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 28º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 27º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 25º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 24º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 23º Sessão Ordinária de 2017

Ata da 22ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 21ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 20ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 19ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 18ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 16ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 17ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 15ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 14ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 13ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 12ª Sessão Ordinária de 2017

Ata da 11ª Sessão Ordinária de 2017

Selecione o ano desejado para listar